Revista do Turismo – Negócios e Eventos

Setor turístico mostra as novas tendências para o pós-pandemia

Em fase de retomada, mesmo diante da necessidade de cumprir protocolos e adotar uma atitude cuidadosa e responsável em razão da pandemia, o setor turístico, em seus diversos segmentos, começa a delinear novas tendências para o pós-crise.

Nesse contexto, segundo analistas, há expectativas de surgimento de novas agências, com profissionais independentes, crescimento de parcerias, fusões e vendas, serviços com preços mais transparentes, fidelização de clientes, procura por consórcios de viagens, entre outros aspectos.

Ao mesmo tempo, os especialistas afirmam que crescerá a atenção com a saúde durante os roteiros (incluindo a dos animais que porventura acompanhem os viajantes). Nesse sentido, a boa informação será um fator cada vez mais valorizado.

Também estará em alta o estímulo a viagens que podem ser feitas perto de casa, bem como a atenção com nichos específicos de mercado que atendam às necessidades dos clientes.

No setor de eventos, a perspectiva de retomada consolida a possibilidade de encontros presenciais seguindo uma série de medidas de higiene e segurança.

Eventos digitais ou híbridos já são uma realidade para 95% das empresas de diferentes segmentos como alternativa às restrições de concentração de pessoas, informa uma pesquisa da Prime Tour e Evento Único.

Nesse rastro, muitas companhias aceleraram seus processos de transformação digital, implementando ou ampliando o portfólio de tecnologia para manter a eficiência de suas operações.

Quanto ao agente de viagens, seu papel, na opinião de analistas, será o de superar desafios e tornar os roteiros mais acessíveis. Diante da incerteza, o viajante busca mais apoio para navegar em um cenário em mudança, e o papel do consultor torna-se ainda mais valioso e importante.

Outras tendências surgirão em curso, mas o certo é que o momento de retomada no turismo já é uma realidade.

Fonte: Panrotas
Equipe RT

Os comentários estão encerrados.

Instagram