Revista do Turismo – Negócios e Eventos

Hora de economizar: energia elétrica está mais cara

A conta de energia elétrica fica mas cara neste mês de dezembro de 2020. Confira as dicas de economia sugeridas pelo jornal Metro, que é distribuído gratuitamente em todo o Rio de Janeiro.

CHUVEIRO ELÉTRICO
Tomar banhos mais curtos, de até 5 minutos. Selecionar a temperatura morna no verão.

AR CONDICIONADO
Não deixar portas e janelas abertas em ambientes com ar condicionado. Diminuir ao máximo o tempo de utilização.

GELADEIRA
Nunca colocar alimentos quentes dentro da geladeira. Não forrar as prateleiras. Verificar as borrachas de vedação regularmente.

ILUMINAÇÃO
Utilizar a iluminação natural ou lâmpadas econômicas e apagar a luz ao sair de um cômodo. Pintar o ambiente com cores claras.

FERRO DE PASSAR
Juntar roupas para passar de uma só vez. Separar por tipo e começar por aquelas que exigem menor temperatura.

APARELHOS EM STAND-BY
Retirar os aparelhos da tomada quando possível ou durante longas ausências.

O QUE SÃO AS BANDEIRAS

        • VERDE: Condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não tem acréscimo.
        • AMARELA: Condições menos favoráveis. Acréscimo de R$ 0,01343 para cada quilowatt.
        • VERMELHA:
          Patamar 1: condições mais custosas de geração. Acréscimo de R$ 0,04169 para cada quilowatt-hora (kWh) consumido.
          Patamar 2: Condições ainda mais custosas. Acréscimo de R$ 0,06243 para cada  quilowatt-hora (kWh) consumido. Fonte: ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica)

Foto da capa: PxHere
Fonte: Jornal Metro

Os comentários estão encerrados.

Instagram