Revista do Turismo – Negócios e Eventos

Embarque aéreo com reconhecimento facial é testado no Brasil

O Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, foi escolhido para testar, oficialmente, um sistema digital inédito no País: o embarque com reconhecimento facial, que dispensa a apresentação de documento emitido pela companhia aérea no momento do check-in.

O projeto-piloto Embarque + Seguro foi elaborado pelo Ministério da Infraestrutura e desenvolvido pelo Serviço de Processamento de Dados (Serpro) do governo federal, com a participação de empresas parceiras e a colaboração da Infraero e da Azul Linhas Aéreas.

O objetivo é tornar mais eficiente, ágil e seguro o processo de embarque nos aeroportos, reduzindo o tempo de espera em filas. O sistema está sendo testado em passageiros voluntários no Santos Dumont.

Durante o check-in, atendentes realizam, por meio de um aplicativo, a validação biométrica do passageiro, comparando os dados e a foto, que é tirada na hora. A identidade do viajante é reconhecida a partir do cruzamento de diferentes bases de dados governamentais.

Com a nova tecnologia, o tempo de checagem por passageiro será de aproximadamente dois segundos.

“Além disso, uma das grandes vantagens é a dispensa da necessidade de manuseio de papeis e documentos, uma medida alinhada às melhores práticas de combate à Covid-19, no âmbito do transporte aéreo, e que a Infraero já vem adotando em seus aeroportos”, explicou o superintendente de Gestão da Operação da Infraero, Paulo Eduardo Cavalcante.

Depois de aprovado, o sistema será implantado nos demais aeroportos do Brasil.

 

Fonte: Ministério da Infraestrutura

Foto: Divulgação/Infraero

Equipe RT

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.

Instagram