Revista do Turismo – Negócios e Eventos

Rio de Janeiro recebe Copa Davis após 20 anos

Considerado o mais importante torneio de nações do tênis masculino, o evento terá confrontos entre Brasil e Alemanha realizados na capital fluminense

Um importante evento esportivo que vai movimentar a cadeia do turismo do Rio de Janeiro. A Copa Davis, apoiada pelo Governo do estado através da Lei de Incentivo ao Esporte, terá partidas entre Brasil e Alemanha, realizadas na capital fluminense. Os confrontos, que fazem parte da fase classificatória da competição, serão realizados nos dias 4 e 5 de março, no Centro Olímpico de Tênis, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da capital.

– O retorno da Copa Davis ao Rio de Janeiro demonstra a competência que nosso estado tem para realizar eventos deste porte e valoriza o esporte no nosso país. Mas, acima de tudo, a escolha do Rio tem uma importância enorme para esse momento de reaquecimento das atividades econômicas e turísticas após o período crítico da pandemia – afirmou o governador Cláudio Castro.

Gustavo Tutuca, secretário de estado de Turismo, lembra que o estado do Rio de Janeiro tem tradição em sediar grandes eventos esportivos e que a Copa Davis é mais um ponto favorável para o desenvolvimento do turismo.

– A Copa Davis tem um público fiel que segue os jogos das etapas classificatórias nos países onde elas acontecem. No Rio de Janeiro ela acontecerá em março, quando a movimentação turística da alta temporada tende a ter uma redução, por conta do fim das férias escolares. O evento esportivo será de extrema importância para a cadeia do turismo.

O secretário destaca ainda que os eventos são de fundamental importância não apenas no período em que são realizados.

– Os visitantes que se dirigem às cidades sede dos eventos aproveitam a oportunidade para conhecer os atrativos turísticos dos destinos e passam a ser divulgadores desse potencial. Nada mais respeitável do que a propaganda, que desperta o desejo e a curiosidade de viajar.

A Copa Davis, organizada pela Federação Internacional de Tênis (ITF), é disputada anualmente entre nações no formato de “mata-mata” (sistema eliminatório). A competição, reconhecida como Copa do Mundo de Tênis, teve início em 1900. O Rio de Janeiro foi escolhido por apresentar as condições técnicas solicitadas com quadras de saibro e abertas. Já o Centro Olímpico foi eleito porque será uma oportunidade inédita de um evento deste porte ser realizado pela primeira vez no local após os Jogos Olímpicos de 2016. A última partida do torneio mundial realizada no Rio de Janeiro foi em 2002, entre Brasil e Canadá. 

Fonte: Ascom Setur/TurisRio

Equipe RT

Os comentários estão encerrados.

Instagram