Revista do Turismo – Negócios e Eventos

Hotel Regina, com sua tradição e bons serviços, torna-se o primeiro hotel centenário do Rio de Janeiro

Há dez décadas funcionando no mesmo endereço, Rua Ferreira Vianna 29, no Flamengo, o empreendimento harmoniza de forma única tradição, conforto e modernidade

Por Luiz Marcos Fernandes

No dia 3 de setembro, o Hotel Regina completou 100 anos de atividades – sem interrupção ou mudanças nas características de sua operação –, tornando-se o primeiro hotel centenário do Rio de Janeiro.

Como jornalista especializado há mais de 40 anos no segmento do turismo, tendo trabalhado nos principais veículos da mídia especializada posso testemunhar minha opinião sobre esse estabelecimento.  “Estive recentemente hospedado no Hotel Regina e pude constatar que o atendimento atencioso e prestativo continua a ser uma das marcas deste empreendimento. Os serviços também mantêm um padrão de qualidade, a se destacar o café da manhã com um buffet variado. Os quartos são confortáveis e como sempre destaco, importa ter uma cama confortável e um bom banho para que já se tenha uma boa impressão de um hotel”, destaca Luiz Marcos, repórter colaborador da Revista do Turismo.

Testemunha de todas as transformações que os bairros do Flamengo e Catete viveram no último século, o Hotel Regina foi inaugurado no mesmo ano do Hotel Glória, que teria completado o centenário no dia 15 de agosto de 2022, e foi vizinho do Hotel Novo Mundo, que encerrou as atividades em 2019, após completar 69 anos. O próximo contemporâneo a celebrar 100 anos é o Copacabana Palace, inaugurado em 2023.

No início do século XX, o Hotel Regina abrigava bailes de Carnaval e hospedava políticos importantes devido à proximidade com o Palácio do Catete, então sede do Governo Federal. Nestes 100 anos, viu nascer o Parque do Flamengo e a estação de Metrô Catete, que fica a menos de cinco minutos a pé. Também acompanhou a transformação do Palácio do Catete em Museu da República, após a mudança da capital federal para Brasília, em 1960.

Tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, conta com uma fachada em tons de rosa claro do Hotel Regina preserva a estrutura típica dos anos 20. E já foi, inclusive, inspiração e locação para produções de novelas e minisséries da emissoras de televisão Record, Globo e GNT. Os ambientes internos, no entanto, foram se modernizando com o passar dos anos, acompanhando as tendências e materiais de decoração de cada época.

A modernização mais recente do Hotel Regina teve início em 2005, com uma reforma radical que durou três anos. O local teve o pé-direito rebaixado de 4,80m para 3,60m, o que viabilizou a construção de uma garagem de dois andares, oferecendo mais conveniência aos hóspedes. O restaurante, que era no sexto andar, passou a funcionar no térreo. E a estrutura ganhou novos quartos, totalizando hoje 117 unidades. O empreendimento passou a oferecer ainda um SPA com três banheiras de hidromassagem, duchas, uma sauna e bicicletas ergométricas, além de uma cobertura com ampla varanda com mesas, cadeiras e plantas, onde é possível ler, trabalhar ou descansar, aproveitando a brisa que vem da Praia do Flamengo.

A localização é um dos pontos fortes do hotel. A uma curta distância a pé é possível desfrutar de diversos restaurantes, opções lazer e serviços do Largo do Machado, Flamengo e Glória. A poucos minutos de metrô, de ônibus ou de carro é fácil chegar com rapidez ao Aeroporto Santos Dumont ou acessar pontos turísticos e centros comerciais do Centro da cidade e da Zona Sul.

“O encontro entre a tradição e a modernidade é a tradução perfeita do que os nossos visitantes irão encontrar. Um ambiente familiar, acolhedor e ainda assim alinhado às exigências e melhores serviços aos nossos hóspedes que visitam a cidade a lazer ou a trabalho. A nossa localização é um convite a desfrutar o Rio”, orgulha-se Magali Villar, sócia-diretora.

Todos os espaços coletivos – salões para eventos corporativos, restaurante e salas – levam nomes de artistas espanhóis em homenagem à origem familiar dos sócios José Manoel Caamaño e Magali Villar. Da Espanha é também o funcionário mais antigo, o gerente Antonio Estevez, que veio da Galícia para o Rio de Janeiro em busca de oportunidades na década de 60 e integra a equipe do Hotel Regina desde 1980. A ele somam-se outros 30 profissionais que cuidam diariamente de todos os detalhes necessários para propiciar ao visitante conforto e o melhor atendimento durante a hospedagem.

“Completar 100 anos de história é, definitivamente, um motivo a ser comemorado.  Ser contemporâneo a ícones como os Hotéis Glória e Copacabana Palace, e ter resistido e prosperado a tantos desafios enfrentados pela hotelaria carioca ao longo das décadas, é motivo de muito orgulho. Muito suor e investimento foram empenhados para chegarmos até aqui”, comemora o sócio José Manuel Caamano.

Texto e fotos: Luiz Marcos Fernandes

Equipe RT

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress
Instagram