350-018 - C4040-250 - 810-403 - 810-401 - 810-403 - 810-401 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 300-101 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - 400-051 - 70-461 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 200-120 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - 640-554 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 400-201 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - EX200 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 300-070 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - MB2-702 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - MB2-701 CISSP 640-554 AWS-SysOps N10-006 CCD-410 210-260 MB5-705 70-483
Bruges, a cidade medieval mais preservada da Bélgica - Revista do Turismo Bruges, a cidade medieval mais preservada da Bélgica - Revista do Turismo

Bruges, a cidade medieval mais preservada da Bélgica

bruges-belgica_770x355-lara-di-luccio-sabato
Post por: 28/05/2018 0 comentários 88 views
Compartilhe com amigos.

A Bélgica, localizada do centro da Europa, é o país certo para turistas que apreciam não só os deliciosos e famosos chocolates belgas, cervejas e batatas fritas, como também é palco de importantes eventos históricos, como Batalha de Waterloo e as Guerras Mundiais.

Existem lugares incríveis em diversos pontos da Bélgica, como por exemplo, Bruges, que é um dos pontos turísticos mais procurados e visitados do país. Conhecida por ser a cidade medieval mais bem preservada da Bélgica, é uma parada obrigatória para aqueles que estão de passagem pela região. Essa cidade possui uma combinação de prédios antigos com canais que encantam seus visitantes.

Ao passear por Bruges, a sensação do viajante é como se os relógios estivessem parados no tempo. A praça central iluminada com candelabros, carruagens, ruelas estreitas com calçamento em pedras e canais bucólicos agregam essa cidade medieval e romântica. Seu centro histórico foi tombado como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 2000 e logo depois, em 2002 ganhou o título de Capital Europeia da Cultura.

Entre os séculos, XII e XV, Bruges chegou a ser uma das principais economias da Europa. A cidade tinha vários comerciantes vindos dos quatro cantos do mundo, até que o rio, que ligava a cidade ao mar, foi assoreado e os navios ficaram sem acesso. Durante esse período, a cidade viveu “adormecida”, recuperando-se 400 anos depois recebendo uma leva de turistas, até os dias atuais.

 

A Cidade

A praça central, Markt, é o coração da cidade e até hoje preserva grande parte do seu traçado original. O local presenciou cenas da história do povo belga, desde suas festas populares até as grandes batalhas. Cada lado da praça é cheio de prédios em diferentes estilos, construídos ao longo dos séculos. De um lado o Palácio Provincial e o antigo correio ocupam edificações neogóticas.

Na outra calçada da praça, há uma sequência de casas coloridas de quatro andares. As casas parecem ser de brinquedos. Nos dias de hoje funcionam restaurantes e cafés, preservando sua arquitetura.

Outro atrativo localizado na praça central é o Campanário de Bruges, símbolo da cidade. Se quiser subir, o turista terá de encarar uma escadaria de 366 degraus para chegar ao topo, ter uma vista para lá de privilegiada e ver de perto o carrilhão e seus 47 sinos.

Andando um pouco mais, chegamos até Burg, que é outra praça com um conjunto arquitetônico fantástico. O prédio maior é o da prefeitura – Stadhuis – e foi feito no auge de Bruges. A prefeitura foi construída em estilo gótico flamejante, entre os anos de 1376 e 1420, mostrando o poder que a cidade ostentava na Idade Média.

Ao lado da prefeitura, a Velha Casa dos Arquivistas dá os ares da Renascença. Foi feita em 1534. Ainda na praça Burg, o santuário Heilig Bloedbasiliek que fica numa entrada pequena. O acesso é discreto, mas o interior da Basílica do Sangue Sagrado guarda uma relíquia poderosa: um frasco com o sangue de Cristo. Todos os anos há um procissão em Bruges em homenagem à Ressurreição de Cristo.

Por último, a rua Breidelstraat, que liga as duas principais praças da cidade. Ela é cercada de lojas que vendem chocolates, souveniers e as famosas rendas da cidade.  É hora de se programar e fazer as malas para conhecer esse lugar histórico e marcante !

 

*Crédito da imagem: Lara Di Luccio Sabato*

As informações sobre pacotes, preços e tarifas, aqui, contidos são de inteira responsabilidade das empresas e estão sujeitos à alteração sem aviso prévio.

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Quer receber nossa newsletter?

Digite seus dados e fique por dentro de tudo o que acontece no trade