350-018 - C4040-250 - 810-403 - 810-401 - 810-403 - 810-401 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 300-101 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - 400-051 - 70-461 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 200-120 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - 640-554 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 400-201 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - EX200 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 300-070 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - MB2-702 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - MB2-701 CISSP 640-554 AWS-SysOps N10-006 CCD-410 210-260 MB5-705 70-483
Sem verba da Uber no Carnaval, Marcelo Alves tenta viabilizar ensaios técnicos Sem verba da Uber no Carnaval, Marcelo Alves tenta viabilizar ensaios técnicos

Sem verba da Uber no Carnaval, Marcelo Alves tenta viabilizar ensaios técnicos

marcelo-alves-presidente-riotur
Post por: 06/12/2018 0 comentários 53 views
Compartilhe com amigos.

 

“A Uber nos deixou na mão. Foi uma atitude de uma irresponsabilidade absurda”, declarou o presidente da Riotur

 

Às vésperas do novo ano, a Uber desistiu de patrocinar o Carnaval carioca de 2019. A empresa americana destinaria R$ 500 mil a cada agremiação do Grupo Especial.

“É um desrespeito com a cidade, com o evento e com os profissionais envolvidos”, criticou o presidente da Riotur, Marcelo Alves.

Segundo ele, o rompimento do contrato ocorreu devido à prisão do deputado estadual Chiquinho da Mangueira na Operação Furna da Onça. No processo, a empresa anexou um dossiê com notícias sobre o deputado, que é presidente da escola de samba “verde e rosa”.

“Eles não podem prejudicar as escolas por causa de uma única pessoa, que já foi desligada da diretoria da escola. É uma decisão desastrosa e desrespeitosa com o Carnaval, a dois meses dos desfiles. Vamos tomar todas as providências jurídicas possíveis”, garante Alves.

A Uber patrocinou o desfie do Grupo Especial em 2018 e acertou a renovação para 2019. No Carnaval deste ano, além da subvenção de R$ 1 milhão da prefeitura do Rio, cada agremiação recebeu R$ 500 mil.

 

Incerteza quanto ao desfile da Intendente Magalhães

 

De acordo com Marcelo Alves, a saída da Uber prejudica, também, os desfiles na Intendente Magalhães, onde se apresentam os grupos B, C, D e E. O contrato destinaria R$ 2,5 milhões à montagem da estrutura dos desfiles na Intendente. Até agora, essa estrutura conta apenas com o patrocínio do Booking.com – site de hospedagens em hotéis – no valor de R$ 500 mil.

Não há tempo para conseguir outro parceiro, diz o presidente da Riotur: “a Uber nos deixou na mão. Foi uma atitude de uma irresponsabilidade absurda.” Mesmo assim e diante do forte cenário de crise econômica, Marcelo Alves prossegue, tentando viabilizar o retorno dos ensaios técnicos.

Quanto a uma subvenção municipal, cada uma das 14 agremiações do Grupo Especial receberia R$ 1 milhão. Mas, ainda, não há resposta da Casa Civil e da Fazenda.

 

Hotelaria lamenta retirada de patrocínio da Uber do Carnaval carioca

 

O presidente da ABIH-RJ e SindHotéis Rio, Alfredo Lopes, se posicionou sobre o caso: “o Carnaval do Rio é um patrimônio. É o maior evento do calendário turístico da cidade. É o maior show da terra, como diria a música. Ele é responsável pela geração de milhares de empregos, dentro e fora das escolas, movimenta toda a cadeia do turismo, desde agências de viagens, cias aéreas, empresas do receptivo, hotéis e restaurantes até o comércio em geral.  O evento como um todo vai além das particularidades de uma ou outra escola.”

Para Alfredo Lopes, “a retirada de patrocínio a essa altura do campeonato, às vésperas de sua realização, é lamentável. Não só ameaça a realização do evento em si, como ameaça o calendário turístico e cultural da cidade, ameaça uma tradição importante da cidade e que, inclusive, gera retorno de imagem e de faturamento para as marcas envolvidas.”

 

 

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

 

 

As informações sobre pacotes, preços e tarifas, aqui, contidos são de inteira responsabilidade das empresas e estão sujeitos à alteração sem aviso prévio.

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Quer receber nossa newsletter?

Digite seus dados e fique por dentro de tudo o que acontece no trade