350-018 - C4040-250 - 810-403 - 810-401 - 810-403 - 810-401 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 300-101 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - 400-051 - 70-461 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 200-120 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - 640-554 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 400-201 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - EX200 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 300-070 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - MB2-702 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - MB2-701 CISSP 640-554 AWS-SysOps N10-006 CCD-410 210-260 MB5-705 70-483
"O eterno potencial do Rio" por Cristina Fritsch, presidente da ABAV-RJ - Revista do Turismo "O eterno potencial do Rio" por Cristina Fritsch, presidente da ABAV-RJ - Revista do Turismo

“O eterno potencial do Rio” por Cristina Fritsch, presidente da ABAV-RJ

abav
Post por: 21/05/2018 0 comentários 219 views
Compartilhe com amigos.

Dia desses, conversei com uma amiga sobre as motivações de um turista na escolha de um determinado destino para viajar. Falamos em cultura, boa gastronomia, atrativos naturais, serviços oferecidos e hospitalidade e foi inevitável pensar no potencial do Rio de Janeiro. Nós temos tudo isso!

Temos um povo simpático e atrativos para todos os gostos: turismo cultural, gastronômico, religioso ou ecológico, ecoturismo e uma natureza exuberante. Oferecemos ao viajante a oportunidade de ir do mar para a serra e de viver novas experiências em outros destinos que estão a menos de três horas da capital. Contamos com empresários comprometidos com o turismo e que investem do próprio bolso para atrair turistas e eventos para a cidade. Mas não temos o mais importante: segurança.

Segurança e Turismo estão diretamente ligados numa forte relação de interdependência. O destino pode ser o mais incrível, oferecer as melhores experiências, ter o melhor serviço, mas se o turista não se sentir seguro, ele não virá. E é isso que está acontecendo com nossa cidade.

Já provamos durante a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos que temos total capacidade de garantir a tranquilidade de turistas e de cidadãos em mega eventos. Mas precisamos ter essa competência no dia-a-dia.

Ainda que o Rio de Janeiro não apareça na lista das cidades mais violentas do mundo, ainda que o Secretário de Segurança Pública do Estado, General Richard Nunes, afirme que o índice de roubos a turistas caiu drasticamente no último ano, fato é que estamos vendo o turismo receptivo minguar.

Como empresária, sou testemunha de grupos que deixaram de vir ao Rio, de eventos que não aconteceram, de investimentos que foram cancelados, de hotéis com taxa de ocupação baixíssimas. E isso não se resolverá apenas com aportes financeiros na promoção do destino em eventos no exterior ou com campanhas publicitárias. O Rio se vende por si só! O que acontece aqui, naturalmente, é replicado no mundo. O que precisamos é de uma cidade segura e de boas notícias.

Por: Teresa Cristina C.G. Fritsch
Presidente ABAV-RJ

As informações sobre pacotes, preços e tarifas, aqui, contidos são de inteira responsabilidade das empresas e estão sujeitos à alteração sem aviso prévio.

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Quer receber nossa newsletter?

Digite seus dados e fique por dentro de tudo o que acontece no trade