350-018 - C4040-250 - 810-403 - 810-401 - 810-403 - 810-401 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 300-101 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - 400-051 - 70-461 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 200-120 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - 640-554 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 400-201 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - EX200 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 300-070 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - MB2-702 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - MB2-701 CISSP 640-554 AWS-SysOps N10-006 CCD-410 210-260 MB5-705 70-483
RIOgaleão reúne autoridades em busca de novos ares RIOgaleão reúne autoridades em busca de novos ares

Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro reúne autoridades em busca de novos ares

riogaleaoautoridadesnovosares
Post por: 03/08/2018 0 comentários 164 views
Compartilhe com amigos.

 

Representantes de órgãos e entidades públicas e privadas unem forças no debate e na busca de soluções para o futuro do RIOgaleão 

 

Nem o tempo instável nem a nebulosidade impediram o desembarque de autoridades e representantes de diversos órgãos e entidades públicos e privados, na tarde da última sexta-feira (03/08), no Riogaleão – Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Galeão – Antônio Carlos Jobim.

Importantes nomes, ligados ao setor do turismo e da aviação, compareceram ao painel “O Futuro do Aeroporto Tom Jobim – Riogaleão”, promovido pela Comissão de Turismo da Câmara Federal de Deputados.

 

riogaleaoautoridadesnovosares
Membro da Comissão de Turismo da Câmara, o Deputado Federal Otavio Leite abriu o debate sobre o RIOgaleão.

Dentre os presentes: Ministério do Turismo (MTur); Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro (Setur-Rj/Turisrio); Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur); Concessionária RioGaleão; Infraero; Rio Convention & Visitors Bureau (Rio CVB); Associação brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR); Associação dos Concessionários Aeroportuários do Rio de Janeiro (ACAP -RJ) e Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio de Janeiro (ABAV-RJ). A ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil não compareceu.

Presidindo a reunião, o Deputado Federal Otávio Leite – membro da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados – abriu o painel que, além do debate, visa levar reivindicações e sugestões da comunidade aeroportuário ao Congresso e aos governos municipal, estadual e federal – especialmente em relação ao Riogaleão.

No salão nobre do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, foram levantados temas que dizem respeito a empresas prestadoras de serviços e comércio e aos custos de concessionários. Também, custos de combustível e diárias de aeronaves; plano para obtenção de novos voos e novas companhias aéreas; hospedagem e entre outras questões. Na pauta, ainda, as taxas de impostos do setor, como o ICMS.

Para o Deputado Otávio Leite, “o objetivo maior é unir forças a fim de chegar às soluções e aumentar o número de voos para o Galeão. Daí a necessidade desta múltipla presença de órgãos e setores públicos e privados, o que unifica a indústria aérea como um todo.”

“Queremos” – explica o presidente da ACAP-RJ, Paulo Mandarino – “fortalecer, ainda mais, a nossa voz, junto às autoridades e à administradora deste aeródromo, com nossos pleitos e sugestões para o futuro do RIOgaleão, que é, sem dúvida, a joia rara do turismo do rio e, também, do Brasil.”

Assessor especial do Ministério do Turismo, Maurício Rasi considera a ação urgentíssima: “pois reúne tanto entidades públicas quanto privadas, tanto do setor de turismo como do setor aéreo, gerando impacto para a conectividade e para as mudanças.”

Membro do Conselho de Turismo da CNC*, o Brigadeiro Allemander Pereira Filho chamou a atenção para o fechamento do Terminal 1, completamente inoperante, e alertou: “nossos passageiros continuam sendo os brasileiros, mesmo com mais voos. Os estrangeiros não veem. O momento precisa de atenção especial e medidas extraordinárias.”

 

* CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

 

 

As informações sobre pacotes, preços e tarifas, aqui, contidos são de inteira responsabilidade das empresas e estão sujeitos à alteração sem aviso prévio.

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Quer receber nossa newsletter?

Digite seus dados e fique por dentro de tudo o que acontece no trade