350-018 - C4040-250 - 810-403 - 810-401 - 810-403 - 810-401 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 300-101 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - 400-051 - 70-461 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 200-120 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - 640-554 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - 70-486 - 200-310 - 300-101 - 400-201 - 400-201 - 70-347 - ADM-201 - 300-208 - EX200 - EX200 - 400-051 - 70-461 - MB2-707 - 300-070 - 300-070 - 200-120 - 300-320 - 300-115 - 400-101 - 70-346 - 70-480 - 300-075 - 210-060 - SY0-401 - M70-201 - SY0-401 - M70-201 - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - MB2-702 - 101 - 70-488 - MB2-701 - CISSP - HP0-S41 - 100-101 - MB2-702 - 101 - 70-488 - 640-554 - AWS-SysOps - N10-006 - CCD-410 - 210-260 - MB5-705 - 70-483 - MB2-701 CISSP 640-554 AWS-SysOps N10-006 CCD-410 210-260 MB5-705 70-483
Brasil é o país mais procurado por turistas internacionais - Revista do Turismo Brasil é o país mais procurado por turistas internacionais - Revista do Turismo

Brasil é o país mais procurado por turistas internacionais

ministerio-turismo_770x355
Post por: 24/05/2018 0 comentários 83 views
Compartilhe com amigos.

O Brasil, segundo pesquisa encomendada pelo Ministério do Turismo, com mais de 35 mil visitantes internacionais em 2017, foi reconhecido como o país mais procurado por 9 em cada 10 turistas.
Atualmente, viajar pelo Brasil, superou as expectativas de cerca de 90% dos turistas internacionais que estiveram no país no ano passado. Esse resultado foi relatado através de um estudo realizado pelo Ministério do Turismo. É o maior índice desde 2013. Pode-se dizer que essa experiência fez com que 95,6% dos turistas entrevistados tivessem a intenção de retornar ao Brasil. Lembrando que, o país recebeu 6.588.770 de turistas internacionais, tendo como recorde histórico, superando os números somados na Copa do Mundo em 2014 e nas Olimpíadas em 2016.
As categorias avaliadas como infraestrutura e serviços turísticos com maior percentual dos visitantes foram hospitalidade com 98,1%, alojamento com 96,4%, gastronomia em 95,7% e por último os restaurantes com 95,5%, ressaltando que os critérios acima tiveram mais de 70% de aprovação pelos entrevistados.
Segundo o Ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, o forte investimento na infraestrutura e qualificação turística tem intuito de preparar cada vez mais o país para desenvolver sua vocação no ramo do turismo, com isso, os índices positivos na pesquisa mostram, de forma clara, que o Brasil caminha com vigor. Outra avaliação realizada, foi nos aeroportos que passou de 89,9% para 92% e também da sinalização turística que saiu de 80,6% para 83,3%.
De acordo com a Demanda Turística Internacional, os vizinhos da América do Sul são os que mais tem aproveitado o país, sendo que dos 6.588.770 de turistas internacionais em 2017, 62,4% ou 4.112.327 eram sul-americanos. Os argentinos seguem a lista dos maiores emissores de turistas para o Brasil com 2.622.327, um aumento de 14% em relação a 2016. Em segundo lugar, os Estados Unidos com 475.232, seguido de Chile com 342.143, Paraguai com 336.646 e Uruguai com 328.098 turistas.
Lembrando que, por conta da proximidade do Brasil com os países da América do Sul, quase metade deles ou seja 2.017.264 (49%), escolhem as vias terrestres para cruzarem as fronteiras do país. Nos demais continentes, segundo pesquisa do Ministério do Turismo, a preferência pelo transporte aéreo é superior às demais vias de acesso ao país, com 63,5% dos viajantes.
Outro levantamento realizado pelo Ministério do Turismo, foi com base na estação mais quente do ano, o Verão, onde a expectativa é maior, por conta das praias, do sol e altas temperaturas, fazendo os turistas buscarem o litoral como opção para viagens, sendo nos meses de janeiro, fevereiro e março do ano anterior, esse índice registrado em 38,5% de todos os turistas vindo de outros países.
“Não podemos negar nossa vocação para o turismo baseado em nossos recursos naturais, não à toa somos o número um nesse quesito segundo o Fórum Econômico Mundial, mas queremos que cada vez mais o turista conheça toda a variedade de atrativos que temos a oferecer como a cultura, a gastronomia, sem esquecer o nosso potencial para o turismo de negócios”, defendeu o ministro.
O levantamento feito pelo Ministério do Turismo para a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), foi realizado com base na entrevista de 35.550 turistas ouvidos em 25 locais de pesquisa, sendo 15 aeroportos internacionais e 10 fronteiras terrestres.

*Crédito da imagem: Alexandre Macieira – Riotur*

As informações sobre pacotes, preços e tarifas, aqui, contidos são de inteira responsabilidade das empresas e estão sujeitos à alteração sem aviso prévio.

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Quer receber nossa newsletter?

Digite seus dados e fique por dentro de tudo o que acontece no trade